quinta-feira, janeiro 14, 2021

Entreter se

Os enfeites foram guardados, a árvore foi desmontada e  ainda houve tempo para algum destralhe. Subitamente ficou tudo mais leve. Janeiro é altura de recomeço mesmo a  meio desta neblina que teima em  pairar. 

Por aqui e para se manter á tona desta tempestade :faz se meditação, caminhadas, ouve se musica, banhos de sol quando o há, voltou se a ler. Resumindo voltei a cuidar de mim.

Há que se entreter, distrair se é vale tudo o que seja para nos s mantermo-nos  firmes e hirtos. 

Não sei se tiveram a oportunidade de ver o novo documentário  da Netflix " Less is now", são 53 minutos bem passados que relata a  historia de vida de  dois amigos que iniciaram o movimento " Minimalismo". 

Tão inspirador! Acreditem  que depois de verem o filme vão, tal  como eu vão olhar pela  casa e começar a destralhar!

Atenção que este filme não é sobre casas vazias e  sem vida, viver com o que nos é funcional e nos faz bem, com as prioridades de cada um e do que realmente queremos fazer com as nossas vidas.

Deixo vos aqui com algumas ideias simples e económicas uns DYI  para esta altura que pede casa e entretenimento. 

  • Fazer tassels com fios de lá ou algodão para embelezar uma almofada ou dar vida a um tapete.
  • Fazer uma barrinha em crochet para a manta velhilha e sem graça do sofá. 
  • Pegar numa caneta de tinta permanente e desenhar num vaso. 
  • Aplicar tecido numa toalha e colocar pompons

 Tudo serve para se entreter e embelezar o nosso refúgio. 










Com um lápis e  papel vegetal copiam a  imagem que  pretendem. Esta encontrei no pinterest .Finalizam com uma  caneta preta de  tinta permanente.





Ficam aqui com umas ideias para se entreterem. Espero verdadeiramente que estejam a se cuidar, muita força e coragem pra estes tempos. 
Pois tudo passa nesta vida o bom é o mau
Bjs 
Lulu


sábado, dezembro 19, 2020

Que entre o Espírito de Natal

 Que entre e se instale de uma vez por todas em  nossos corações a fé, alegria, e inunde a nossa vida novamente de sonhos e esperança.

Agarro me ao lado bom que há em mim, aquela força que muitas vezes desconheço, que vai e que vem, a tal FÉ.
O tal ACREDITAR que tudo vai correr bem.

Perdoem me os que aqui veem procurar  inspiração e paz e não me encontram, apesar de longe eu estou sempre AQUI em pensamento!
As prioridades teem sido mesmo a minha família e a minha saúde, a criatividade já teve melhores dias.
 
Nas ultimas semanas Deus deu me  sinais que devo voltar aqui o quanto antes para não me perder ainda mais.
À menina  que me encontrou na rua e teve a coragem de vir falar comigo, OBRIGADA pelo incentivo e carinho, GRATA.
Quando pensamos que já não fazemos nada aqui e eis que aparece alguém que se inspira em nós.
A verdade é que tocamos sempre em alguém.

Hoje Sábado irei dar um  jantar  tal como todos os anos  celebrando assim o aniversário  dos meus pais, ambos fazem anos em Dezembro.
Diga se que este será dos poucos jantares que irei fazer cá em casa devido a tudo o que se passa.
Ainda ontem num desanimo meu o meu pai relembrava me (está tudo bem , estamos aqui e ninguém está doente, bebe água que vais melhorar).
Então alegremos os nossos corações Jesus nasceu par nos salvar e a data regista isso mesmo, ele esteve aqui e fez milagres.
Não estamos sozinhos nesta caminhada.....

A decoração deste ano inclinou se para o tradicional vermelho e  devo dizer que compras foram 3:
os guardanapos  da zarahome que veem na mesa.
o pinheiro natural onde está o duende 
e massa de modelar branca pois andamos a fazer ornamentos para a árvore.
Venham espreitar para o que deu a minha criatividade este ano ...............................





Este Pai Natal foi recriado por mim, enrolei  tecido e dei lhe umas pernas, coloquei fita adesiva preta nas botas e  com um cordel em cabedal fiz lhe um cinto.Não posso esquecer do motoqueiro cá de casa!


O Pai Natal em cartão pedia lixo pois estava muito estragado.Com um conjunto de tintas acrílicas e a ajuda da mais pequena que adora crafts, recuperamos o Pai Natal.




A estrela desta mesa é um conjunto de coisas mas a inspiração veio destes guardanapos da Zara Home 






Estas cadeiras decoravam o meu quarto e o das minhas irmãs e este ano pela primeira vez vieram à rua talvez  na esperança de me trazer o tal espírito aquele que existe em cada um de nós.
Não vai ser um Natal perfeito, mas o amor esse está lá!

Fiquem com DEUS
Lulu


 

sábado, setembro 05, 2020

Meu querido mês de Agosto

Não me falem ainda do Outono e das abóboras e das folhas pelo chão......que ainda está muito calor, os chinelos estão nos pés e as unhas ainda estão pintadas de uma cor que até os peixes afugenta!

Já comecei a trabalhar e estou a 80% o que me traz um certo alento, habituei me a este tempo de poder andar a meu ritmo, sem pressas.

Passado 1 ano finalmente  regressamos ao nosso Porto Santo, abençoados com bom tempo, houve muita praia e devo dizer que tenho um bronze como nos tempos da minha juventude.☀

Todos os anos a dinâmica das férias são diferentes, seja pelas pessoas com quem estamos , pela idade dos nossos filhos ou por fazer bom tempo ou não.Mas foi bom, muito bom.

Houve tempo pra tudo incluindo umas bricolices mas a prioridade foi descansar, estar com os nossos.Metade da nossa família vive em Porto Santo!





A minha cesta da praia foi personalizada com uma fita de tecido com folhos que estava guardada da altura do meu "dote".Os búzios com a corda fizeram um" tassel" mais um penduricalho 😄



            
O chapéu de palha que tinha uma fita da knorr e que já não se vê aqui, foi também melhorado com uma  fita de búzios.Outrora  fez  parte de um porta guardanapos que comprei na minha primeira ida á Nazaré. 


Antes 


Depois




Confesso que muitas vezes e na praia esquecia me da fase que estamos vivendo, parecia tudo normal, só mesmo quando ia ao supermercado ou a um restaurante lembrava me do vírus, desliguei me de noticias 
Espero que estejam bem e quem ainda anda por aqui vá dando noticias.
Muita força e luz pra todos
Até breve

Lulu


segunda-feira, julho 27, 2020

Faz sempre falta mais 1 cadeira ......


No ultimo post onde fiz um tour de 360 graus à minha sala, via se a mesa de refeições onde comemos os 4 todos os dias.
Perguntava me uma leitora como faço quando recebo mais pessoas ?
Nesta mesa cabem perfeitamente 6 pessoas, há mais uma mesa na nossa varanda onde cabem mais 2  e as crianças nunca comem ao mesmo tempo que os adultos.
Por norma não convido muita gente aos mesmo tempo, exceptuando no aniversário das minhas.filhas e no Natal.Prefiro sempre jantares com menos pessoas mais intimista.

Na verdade fazia me falta mais uma cadeira  e foi hora de ir resgatar novamente ao sótão da minha mãe a nossa cadeira clássica que no inicio  fazia parte do conjunto de quarto de dormir.

Foi um projecto de domingo à tarde, tinta já havia e o pano de cozinha que fora me oferecido pela minha mãe pedia para sair da gaveta e ser exibido.


A evolução da cadeira  em 20 anos 
A versão 4 da cadeira 
O estilo clássico desta cadeira mais o tecido deu lhe um ar vintage e intemporal. 

E fui ver o significado de "Boulangerie" que quer dizer   Padaria 

Espero vos bem,  até breve
Lulu


quinta-feira, junho 25, 2020

A minha Cozinha aberta para sala

                                                               
Os  poucos 90 m2 foram  aproveitados com a integração de 3 espaços: sala, cozinha e zona de refeições.

Uma das grandes vantagens de ter uma  cozinha aberta é  aproveitar o espaço interno da melhor da melhor  forma possível e criar uma maior sensação de amplitude.

A maior parte do orçamento foi para a cozinha pois infelizmente não consegui aproveitar os armários que tínhamos, o  formato da actual  cozinha não o permitia, mas  fiquem descansados (amigos do ambiente) foram reaproveitados e estão na casa de um familiar.
  •  O chão foi mantido para podermos ficar dentro do orçamento.(sei que em madeira ou vinilico ficaria melhor )
  • As paredes foram alisadas e pintadas de branco para criar amplitude.
  • Todo o gás foi anulado e tudo o que é tubagens passam na parede ou no tecto, por isso a existência de um tecto falso parcial e não partimos  o chão.
  • Os armários de cozinha  forma feitos á medida,(a escolha foi branco e clássico).
  • Os azulejos "subwaytile" conhecidos em Portugal como cerâmica biselada foram os escolhidos por serem intemporais.
Toda a  mobília e objectos que já tínhamos  foram reaproveitados com muitos DYI  para que tudo se conjugasse, isto foi um processo e ainda o é !

Vamos lá espreitar que o post é longo, esta é a vista quando chegam.



   Lembram se do mamarracho que foi todo desmantelado?Rendeu peças até agora. 😁
Era aqui que ele estava 🙈


Onde está o espelho, era onde estava o mamarracho, a mesa de refeições era a que estava na cozinha.

    
       Vamos à cozinha,  se bem se lembram onde era o mini quarto da Maggy ..





 península delimita o espaço e traz mais uma solução para a arrumação.
A placa de vitrocerâmica foi a escolhida por suportar qualquer tipo de recipiente
O forno de convecção foi o escolhido por não deixar passar o calor (seguro para crianças)
Reaproveitamos o exaustor e a maquina da loiça, o frigorífico foi comprado novo só este Natal pois o outro deu o pote.
O tapete persa kilim  saiu do armário, já o tenho da altura que casei.


Os puxadores imitando os das mercearias antigas  adquiri no Leroy Merlin.


De onde quer que esteja vejo o mar .........e a luz ✌




Quadro de ardósia feito por nós, e a caixa de vinho que arruma os individuais, ideias do Pinterest


 Como tenho uma menina de 3 anos é importante que circule, dance e brinque à vontade, dai ter retirado a mesa de centro.                                       


Com estas obras posso vos dizer que tudo ficou mais funcional, ajudou também o destralhe e o desapego.
Sobraram moveis, pois os ângulos da casa não permitiram usar tudo o que havia anteriormente.
Ainda continuo a tentar unificar o espaço.Ainda esta quarentena pintamos a vitrine e lixamos o móvel daTV e deixamos o na sua cor natural.
Falta o móvel que veem acima que ainda está numa cor alaranjada.
Não estou convencida ainda com os lustres e num futuro próximo queremos adquirir um sofá, pois este só mesmo com uma manta por cima é que disfarça os anos de desgaste.

"Criar um espaço que nós gostamos é mais do que ter uma casa bonita. Trata-se de ter uma casa organizada e funcional onde gostamos de estar e que o mais importante que nos permite viver dentro das nossas possibilidades.
Prometo que volto em breve pois ainda tenho mais para vos mostrar
até lá fiquem com DEUS
Se quiserem ver mais imagens desta obra podem ver AQUI